ESTUDO SOBRE O PODER DAS PALAVRAS

Deut.30:11-20; Mat.22:29; Luc.10:19 e Atos 1:8).

Qual é o valor real, das palavras? Será que o que falamos tem condição

de mudar alguma coisa em nossas vidas? Você entende a prática de confessar

a verdade? Precisamos entender o que confessar e o que é verdade. Pois com

as nossas palavras damos a Deus condição de trabalhar em nossas vidas, ou

damos legalidade do inimigo nos deter.

Sabemos que as palavras elas são bastante úteis; com elas os homens se

comunicam com outros e para ensinar. As palavras podem ser construtivas,

mas também podem ser bastante destrutivas. As pessoas dominam os outros

através das palavras e com elas ganham ou perdem a confiança dos outros.

Pessoas acusam e ofendem com palavras e também através de palavras

bajulam (lisonjeiam) e mentem umas para as outras. Podemos abençoar e

amaldiçoar pessoas com palavras e usar palavras para exprimir o nosso amor e

admiração por alguém. Por suas palavras os homens traem uns aos outros e

por suas palavras constroem amizades profundas.

As palavras exercem um papel muito importante em nossas vidas todo

dia, mas infelizmente há pouca compreensão do real significado e poder das

palavras no dia de hoje. O que falamos estabelece as condições de nossa vida

e tem repercussões em maior ou menor grau, na vida das pessoas do nosso

convívio. E certamente essa influencia é maior do que muitos imaginam.

O poder das palavras vai gerar bem, paz, conserto, vida, harmonia,

comunhão, tranqüilidade, espírito manso, quietude em Deus, ou gerará, dor,

angústia, solidão, morte, maldição, destruição, separação e perda de grandes

valores, por isso voz digo que palavras são autoridades. Será que você já

considerou o que pode conseguir através das palavras? Os governos governam

pelas palavras. Palavras de comando movimentam exércitos e palavras

controlam nações e pessoas em todas as camadas da sociedade. A Bíblia nos

mostra que um Centurião Romano que procurou Jesus Cristo numa ocasião

entendeu muito bem a importância e poder das palavras, ao dizer para Jesus

(Lucas 7:7-8). “Por isso não me julguei digno de ir ter contigo. Dize,

porém uma palavra, e o meu servo será curado. Pois também eu sou

homem sujeito à autoridade, e tenho soldados às minhas ordens, e digo a

este: vai, e ele vai; e a outro: vem, e ele vem. Ao meu servo digo:Faze isto,

e ele o faz”. Pode acontecer em algumas ocasiões, que as palavras de um

homem tenha um extraordinário “poder de influência” por serem confirmadas

por Deus. Há muitos exemplos disso através da Bíblia, tanto no Antigo

Testamento como no Novo Testamento, mas não vamos considerá-los

especificamente aqui. Um exemplo extraordinário disso para mim é o

comando que Josué deu ao sol para prolongar o dia afim de que ele pudesse

concluir a batalha que Israel tratava contra o inimigo. Vejamos (Josué 10:12-

13). “Ora, fugindo eles de diante de Israel, à descida de Bete-Herom, o

Senhor lançou sobre eles, do céu, grandes pedras até Azeca, e morreram

das pedras da saraiva do que os que os filhos de Israel mataram à espada.

Então Josué falou ao Senhor, no dia em que o Senhor entregou os

amoreus nas mãos dos filhos de Israel, e disse na presença dos israelitas:

Sol, detém-te em Gibeom, e tu, lua, no vale de Aijalom”. Entendemos, claro

que para fazer o sol parar, Deus deteve o curso da terra por um período e isso

tem sido constatado cientificamente com relação ao calendário lunar, mas o

resultado foi o mesmo. Aleluia, glória a Deus.

ESTUDO SOBRE O PODER DAS PALAVRAS

Talvez você não entenda como são essas palavras de autoridade e nem

como funciona, mas damos esses exemplos aqui para que você possa ter idéia

à respeito das possibilidades das palavras, suas palavras fazem muito mais do

que você imagina e tem poder maior que a maioria de nós queira admitir.

Certamente você sabe que tudo o que existe ao nosso redor foi criado pela

palavra de Deus, de forma que não é difícil você sabe que as palavras têm um

potencial criativo muito bom. Veja o que o salmista enfatizou sobre a geração.

Salmos 33:9; 107:17,19,20).

Somente Deus tem a Palavra verdadeiramente criadora (a palavra que

do nada chama a existência o que não existe). Mas, como você já sabe, você e

eu também podemos criar condições de salvação através das nossas palavras,

nas quais as vezes, são bastante difíceis de controlar. Para você desenvolver

adequadamente sua vida com Deus é muito importante entender o poder que

as suas palavras tem de criar condições através das declarações das verdades

de Deus. Com palavras negativas (sugestões de mentira), você cria condições

de derrota em sua vida e com palavras positivas (baseadas nas verdades de

Deus) você cria condições de vitória. Por isso precisamos ter muito cuidado

quanto ao que falamos, isto é, quanto as nossas palavras. Satanás está sempre

atento para usar qualquer palavra negativa nossa para produzir confusão e

derrota em nossas vidas, temos que ser muito vigilantes e jamais dizermos

palavras negativas, pois tais palavras, porém de um coração sem fé. Vejamos

alguns exemplos:

Murmuração: Chama espírito de miséria para acompanhar-te.

Palavras malditas: Chama o espírito de Cortador pra tua casa.

Reclamação: Chama o espírito do Migrador pra tua vida.

Palavras de Maldição: Chama espírito do tranca rua, tranca tudo e fecha

caminho.

Palavras torpes: O espírito de divisão entra na tua casa.

Palavras indecisas: o espírito de confusão entra na tua vida

Palavras falsas: o espírito de enfermidade assola sua família.

Quando confesso derrota: Os caminhos estão amarrados pra mim.

Palavra de Morte: Abre caminho pra os exus de morte me tocar.

Palavras de destruição: Acontecerá morte espiritual, física e mental.

Palavras com ira: Causará divisão nos casais, lares e famílias inteiras.

Palavras de contenta: Abre as portas para as pombas giras agirem.

Palavras de incredulidade: Entra o espírito de belzebu e de amadom.

Palavras de inveja: Abre as portas para feitiçaria, Oxalá. Ogum, e os orixás.

Quando digo não vou esperar nada de Deus; isso é uma abominação; quando

digo tudo vou conseguir com minhas próprias formas, é uma abominação.

Por essas palavras vem o perigo que nos rodeia e a atenção que

precisamos tomar. Um triste exemplo da maneira como satanás opera com

palavras negativas e a imensa confusão e derrota que ele causou na vida de

Ananias e Safira na Igreja Primitiva. Observe o que lhe disse o apóstolo Pedro

em atos 5:3. Certamente você observou a frase: “Encheu satanás o seu

coração para que mentisse”; nessa citação, e se não tomarmos muito

cuidado, satanás usará as nossas palavras contra nós todas as vezes que lhe

dermos oportunidade. Essa verdade nos faz considerar outro fator relacionado

com as nossas palavras, ou seja; a fonte das palavras, de onde vem a nossa

palavra? O que dá origem às palavras? A Bíblia nos ensina que todas as

palavras são a expressão do nosso íntimo, do nosso coração. Através das

nossas palavras manifestamos o que se passa dentro de nós. Eis seus

ensinamentos: o Senhor Jesus comparou as palavras à abertura de um tesouro,

bom ou mal, que se guarda no íntimo de nosso ser. Observe o que nos diz

Lucas 6:45. Esse ensinamento é a essência deste ensino a respeito que Cristo

nos ensina claramente nessa citação que, em razão das nossas palavras serem a

expressão do nosso íntimo, ela nos mostram o que somos de verdade e, como

vivemos. Não precisamos conscientizar disso, pois em razão de não

prestarmos atenção nesse fato, satanás tem introduzido engano da

religiosidade no meio da Igreja e isso atrapalha todo o nosso relacionamento

com Deus. Temos de nos lembrar sempre de que Deus não se relaciona

conosco segundo o que parecemos ser, mas que Ele se relaciona conosco

segundo o que somos de fato “A realidade do nosso homem interior”,

segundo o nosso coração que é a fonte das nossas palavras. Se tivermos

costume de usar palavras falsas, que não exprimem a realidade do nosso

coração, então enganamo-nos a nós mesmos e todo o nosso relacionamento

com Deus será prejudicado. Por isso temos de ter muito cuidado com as

nossas palavras quando estamos falando com Deus. Ter esse cuidado é

indiscutivelmente, da maior importância, pois usamos palavras nas orações e

intercessões. Por isso o salmista expressa (Salmos 19:14). É absolutamente

essencial que ao nos comunicarmos com Deus através da oração das nossas

palavras sejam, de fato a expressão exata e verdadeira do nosso coração. Caso

contrário Deus não nos ouvirá. O Senhor Jesus ensinou isso claramente na

parábola do Fariseu e do Publicano, que foram ao templo para orar. Como

suas palavras mostraram a grande diferença de coração entre um e outro. Jesus

disse (Lucas 18:11-14). Há duas verdades a serem consideradas atentamente.

O primeiro ponto é que nem tudo que parece ser oração é ouvido por Deus.

Como Jesus mostrou n texto, o fariseu apenas orava de si e para si mesmo,

exercício certamente fútil. Jesus falou claramente que orações de

“aparências” não têm valor algum (Mateus 6:5-7). Se desejarmos ser ouvido

por Deus, temos de ser suficientemente humildes perante Ele, para falar-lhe

toda verdade do nosso coração. Veja Salmos 66:18. O segundo ponto

importante naquela situação da parábola está na frase: “O que se humilhar

será exaltado”. O que isso tem a ver com a oração? Muito, de toda maneira.

Observe o que Jesus disse, em relação ao Publicano que orava honestamente

com toda humildade: Este desceu justificado para sua casa. Quando nós nos

humilharmos perante Deus com toda honestidade estaremos criando a

condição por nossas palavras humildes e honestas para Deus nos exaltar,

identificando conosco.

Devemos atentar que tudo procede das nossas palavras, por isso

devemos liberar palavras corretas, positivas e verdadeiras de um coração

sincero à Deus. Vejamos exemplos de palavras positivas:

Eu te abençôo: Estou declarando prosperidade espiritual na tua vida.

Vai dar certo: Estou abrindo as portas da benção.

Eu quebro todas as maldições: Estou afastando dissipando as trevas.

Vou esperar no Senhor: Estou dizendo vou receber tudo de Deus.

O Senhor no seu tempo me dará todas as coisas: Estou dizendo que lúcifer

não tem direito de atacar as minhas bênçãos.

Quando digo vou conseguir: É porque as bênçãos já estão preparadas.

Quando digo eu posso: Os celeiros já estão cheios.

Quando digo você conseguirá: Libero prosperidade material.

Quando digo você vencerá: Estou retirando todas as maldições.

Quando digo Jesus garante a vitória: Já conquistei as promessas ditas pelo

Pai.

Quando digo fique com a Palavra: Estou garantido as mais de 8 mil

promessas.

Quando digo vou alcançar: Perseverança, bem-aventuranças na

prosperidade.

Quando digo não aceito doenças: Entradas pelas sete portas estão fechadas.

Quando digo não aceito que nenhum espírito maligno toque em mim:

Estou dizendo nenhuma enfermidade ficará sobre mim.

As sete portas subjugadas do ouvir, do ver, do sentir e temos que

estar alerta.

1. Porta do ouvir – Ela perverte a fé dos santos (Marcos 4:24). Ela

2. Porta do Ver – (Mateus 6:22-23- escuridão, maldade, não tem

3. Porta do Sentir – Coração enganoso sentimento da vontade da

4. O Sentir do Espírito: Amor espiritual, alegria no espírito, refrigério

causa declínio espiritual, decepção espiritual, tribulação, desgosto,

aflição do espírito, morte espiritual, confusão, desconfiança,

insegurança, incerteza, mau entendimento, má interpretação, espírito

de divisão, falta de proteção, sente-se só, solidão e abandono, tudo

por causa da palavra liberada errada.

brilho, não tem luz, não tem olho, candeia apagada, abismo, ver

inversamente, imagens obscenas, etc).

carne, carência, sentimento contrário ao espírito, orgulho,

arrogância, paixões da carne, atrações físicas, toque nas mãos, e

outras, etc.

espiritual, unção do espírito, plenitude do espírito, transbordar do

espírito, revestimento espiritual.

Todos estes itens vêm tudo pelas palavras liberadas, por isso quero

pedir aos amados irmãos, vamos liberar palavras positivas e de bênçãos para

recebermos as riquezas insondáveis da glória de Deus. Nunca esqueça, tuas

palavras tem poder para trazer vida e prosperidade espiritual, como também

morte e declínio espiritual.

Abra a tua boca e libere a palavra da vitória sobre este ministério, pois

ele vem do coração de Deus, para o teu coração.

Cordialmente em Cristo,

MINISTRO EVANGÉLICO

LUZZ ADONNAY.